consultar certidão

info
Utilize esta página para consultar uma certidão permanente
- preencha o campo do código de acesso à certidão pretendida
- preencha o campo “motivo da consulta" com a sua identificação ou da empresa que representa e o motivo desta consulta (este campo poderá ajudar o utilizador a acompanhar a utilização das suas certidões)
- introduza os caracteres da imagem de segurança
- clique em consultar certidão para aceder à certidão

Notas:
- Se o sistema indicar código inválido, significa que introduziu um código inexistente ou que o código introduzido está cancelado. Em caso de dúvida deve contactar o utilizador titular da certidão no sentido de esclarecer e regularizar esta situação.
- Para consultar outra certidão clique em “nova consulta” para limpar este formulário e voltar a submeter novo pedido/código.

código de acesso à certidão
Tooltip Chave de Acesso  
motivo da consulta...
Tooltip Comentário  
imagem de segurança
caracteres da imagem de segurança
Tooltip Codigo Segurança  


close window


notícias
Alunos no campusAté 12 de fevereiro, a UA tem candidaturas abertas às provas que possibilitarão o acesso aos seus cursos de 1º ciclo através do regime Maiores de 23. Na linha do que tem acontecido nos anos anteriores, a UA oferece a todos os interessados a possibilidade de frequentar um curso de preparação para os diferentes exames de conhecimento (preUA), que para além de constituir uma oportunidade para os candidatos se prepararem conveniente para as provas de ingresso, permite a dispensa desses exames se concluído com aproveitamento. Uma segunda fase de candidaturas às mesmas provas terá lugar de 18 a 29 de abril.
Sara BárriosPara uma bióloga encantada pelo mundo das plantas seria difícil trabalhar num local mais apaixonante. O Jardim Botânico Real de Kew, em Inglaterra, é um dos mais extensos, antigos e prestigiados jardins botânicos do mundo e Sara Bárrios, desde 2005, é uma das biólogas que lhe dá alma e rumo. Licenciada em Biologia pela Universidade de Aveiro (UA), a Sara contribui para a implementação da Estratégia Mundial para a Conservação das Plantas, um plano pensado pela “Convention for Biological Diversity”, uma iniciativa promovida pela ONU para diminuir à escala planetária o risco de extinção de plantas.
Representantes da UA no PACOPAR: Eduardo Silva, Myriam Lopes, Romeu Vicente e Rosário DominguesCompletaram-se dez anos em 2015 desde que a Universidade de Aveiro (UA) aderiu ao desafio proposto pelas empresas do Complexo Químico de Estarreja alinhadas com a “Atuação Responsável”, compromisso mundial voluntário da indústria química, onde as empresas se comprometem a uma melhoria contínua das práticas ambientais, de saúde e segurança. Poucos discordarão que a imagem de Estarreja mudou radicalmente desde os anos 90, data em que foi constituída a parceria, sendo hoje um município orgulhoso das suas potencialidades naturais e onde a população acompanha a adoção das práticas de segurança mais avançadas na indústria química. A UA tem dado apoio técnico-científico à parceria.
Reunião JEMES Ci_SuCerca de 140 novos alunos, provenientes de 81 instituições estrangeiras, estão em regime de mobilidade durante o segundo semestre de 2015/2016 na Universidade de Aveiro (UA), de um total de meio milhar que serão acolhidos na UA durante todo o ano letivo. Neste segundo semestre, os maiores contingentes são provenientes de Itália (18), Espanha (17), Polónia (15), Alemanha (11) e Croácia (11). As atividades de acolhimento decorrerão entre 1 e 13 de fevereiro de 2016.
Samuel FreitasFoi o primeiro estudante timorense a completar em Portugal licenciatura, mestrado e doutoramento. Chama-se Samuel Freitas e chegou a Aveiro em 2001 e à Universidade de Aveiro (UA) em 2002 ao abrigo do protocolo de formação de estudantes timorenses assinado entre os governos de Timor-Leste e de Portugal. Licenciado, mestre e doutor em Engenharia Química, Samuel Freitas é desde fevereiro de 2015 decano (ou diretor) da Faculdade de Ciências Exatas da Universidade Nacional de Timor Lorosa’e (UNTL), uma instituição que a UA ajudou a criar e que abriu as portas ao futuro daquele país.
alunosComo estímulo à aquisição de conhecimentos e competências suplementares, a UA oferece a possibilidade aos seus estudantes, inscritos em regime de tempo integral, de frequentar, sem custos acrescidos, em cada ano letivo, até duas disciplinas que não integrem o plano de estudos do respetivo curso nem o elenco de disciplinas de opção do mesmo, na modalidade de unidades curriculares isoladas. Os interessados em frequentar essas unidades curriculares no 2º semestre devem formalizar a sua candidatura através de requerimento a enviar aos Serviços de Gestão Académica até 10 de fevereiro.